Centro de informação COVID-19. Encontre recursos, links e informações úteis para pequenas e médias empresas. Saiba mais

Férias da Páscoa: Os melhores destinos para aproveitar o câmbio da moeda

  • Voltar
  • Análise do Mercado de Câmbios
    Análise do Mercado de Câmbios|Geral
    Análise do Mercado de Câmbios|Relatórios especiais
    Comércio Internacional
    Comércio Internacional|Finanças para empresas
    Finanças para empresas|Fintech
    Finanças para empresas|Sobre a Ebury
    Fintech
    Fraude
    Geral
    Imprensa
    Relatórios especiais
    Sobre a Ebury
  • Latest

17 April 2019

Escrito por
Lara González

Angola, Tunísia e Brasil são alguns dos destinos preferidos dos portugueses que beneficiam os visitantes dos países da Zona Euro.

Alguns destinos habitualmente mais procurados pelos portugueses para férias da Páscoa podem estar menos atraentes este ano, uma vez que diminuem o poder de compra dos visitantes da zona euro. É o que acontece, por exemplo, com a República Dominicana, Cuba ou os Estados Unidos da América, países que se tornaram parte das preferências dos turistas portugueses nos últimos anos, mas que viram as suas moedas valorizarem em comparação com o euro.

No caso da República Dominicana, o euro vale agora menos 6,17% que no ano anterior face ao peso dominicano. A 12 de abril de abril de 2018 um euro valia 60.9222 pesos e no mesmo dia em 2019 valia ‘somente’ 57.1607.

Também habitualmente procurada pelos portugueses para férias de praia e sol, a moeda de Cuba não favorece o câmbio com o euro em 2019, já que a moeda única europeia vale este ano menos 8,22% que o ano passado quando trocada com o peso cubano (1.1313 pesos cubanos em 2019 face a 1.2326 em 2018).

Finalmente, no caso da comparação com o dólar dos Estados Unidos da América, destino cada vez mais procurado pelos portugueses, o euro desvalorizou caiu 8,52% em abril de 2019 (1.12537 dólares), face ao mesmo período do ano passado (1.23023).

Quantos aos destinos que beneficiam os visitantes da zona euro, entre os habitualmente mais procurados pelos portugueses há alguns que se destacam. É o caso de Angola, país com forte comunidade portuguesa, cuja moeda desvalorizou caiu fortemente face ao euro no espaço de um ano. A moeda única valia, a 12 de abril de 2019, mais 34,73% que no ano anterior: um euro valia pouco mais de 267 kwanzas angolanos em 2018 e valia este ano mais de 359 kwanzas.

A Tunísia, cujas praias mediterrânicas e calor africano costumam seduzir os portugueses nesta altura do ano, também pode ser um destino atraente para quem procure ganhar poder de compra com o câmbio. O euro vale este ano 3.3851 dinares tunisinos, mais 12,90% que em 2018, quando valia 2.9982.

Também o Brasil, país irmão, constitui um atrativo ainda maior este ano, já que o real brasileiro continua a perder terreno face ao euro. A 12 de abril de 2019, um euro valia 4,49433 reais e em 2018 o mesmo euro valia ‘apenas’ 4,06116, o que equivale a uma valorização apreciação de 11% do euro no espaço de um ano, face ao real.

Partilhar