Mapa de exportação fora da Zona Euro e previsão de câmbios até 2017

Enrique Díaz-Álvarez29/Feb/2016Comércio Internacional

A maioria dos principais destinos de exportação das empresas portuguesas fora da Zona Euro enfrenta uma conjuntura económica favorável para compra de produtos desde Portugal, devido à desvalorização esperada do Euro em relação à moeda local destes países.  

Nas previsões de câmbios para 2016 e 2017, países como os EUA, Reino Unido, China, Brasil, Polónia, Marrocos e Suécia estão perante uma oportunidade de negócio para comprar bens ou serviços portugueses, cujo preço será mais competitivo, devido ao baixo custo do Euro. Estas nações, que se encontram entre as dez para onde Portugal mais exporta, seguem, assim, uma tendência contrária à de Angola,   uma vez que o Euro se vai apreciar em relação ao Kwanza angolano até 178 no final de 2016 e até 182 em 2017, o que representa uma ligeira perda de competitividade da empresa portuguesa para vender em Angola.

Quanto às moedas oficiais da Argélia e Suíça, as mesmas deverão permanecer inalteradas até 2017.

A análise dos dados do Instituto Nacional de Estatística de uma perspectiva estritamente cambial conjugada com as previsões da Ebury, que vão no sentido de uma valorização geral das moedas dos principais destinos das exportações portuguesas fora da Zona Euro, permite assim antecipar um acréscimo de competitividade das empresas portuguesas exportadoras.

 

 

Mapa exportação fora da zona euro

Print

Escrito por Enrique Díaz-Álvarez

Diretor de Risco da Ebury. Responsável pela gestão estratégica e análise do mercado de câmbios para a empresa e seus clientes. Enrique é reconhecido pela Bloomberg como um dos analistas mais precisos e exactos nas suas previsões de câmbios.